Como e quando perdoar uma traição

Já escrevemos aqui antes um artigo com dicas para descobrir que está a ser vítima de traição e já todos sabem que essa é a maior das causas do fim do namoro ou de uma relação. Quando ocorre uma traição é necessário saber os motivos da mesma e perceber se essa pode ocorrer novamente ou não! Para se poder ponderar qual o futuro da relação. Nunca se deve agir de cabeça quente, nem sempre as coisas são como parecem ou nem sempre as intenções são as mesmas. Quando se ama alguém existem muitas coisas que devem ser ponderadas e é preciso acreditar que quando realmente se quer algo a pessoa consegue lutar por isso. Neste artigo damos algumas dicas de como e quando perdoar uma traição.

perdoar uma traição

Ponderar tendo em conta os sentimentos

Quando se ama alguém a primeira coisa que se deve fazer numa situação de traição é ponderar. É importante que veja e analise bem o que sente por essa pessoa. Saber se é realmente amor e se é realmente forte ao ponto de perdoar uma traição. Afinal uma traição é uma traição e apesar de tudo deve ponderar se realmente vale à pena perdoar essa mesma pessoa. Se acha que essa pessoa traiu e irá trair novamente, então provavelmente o melhor é desistir da relação e cada um ir à sua vida.

Se por outro lado a relação foi apenas de uma noite, talvez com uns copos à mistura ou com bastante pressão da outra parte, talvez tenha de colocar os prós e contras na balança e ponderar o que realmente quer para a sua vida e para o seu futuro e futuro da sua relação. Não seja nunca um “pau mandado”, nem se rebaixe nunca. Veja a atitude da outra pessoa e perceba o que esta está disposta a fazer para que a sua relação siga um bom rumo e para conquistar novamente a sua confiança, o que não é um processo muito simples depois de uma traição.

Confronte-o(a) com a verdade

É importante que o(a) confronte com a verdade. Faça a outra pessoa falar, porque só com uma explicação da outra pessoa é que irá conseguir perceber como e porque e no fundo o que levou a outra pessoa a trair. Não vamos dizer que é genético e que é um problema dos homens, isso é senso comum, se existiu uma traição é porque existiu uma razão, razão essa que pode nem estar relacionada consigo ou com a sua relação. Por vezes as pessoas fazem coisas simplesmente sem pensar e depois vêm a arrepender-se no futuro. Se por outro lado a pessoa traiu por causa de si, então esqueça a relação porque vai voltar a acontecer e o melhor é largar de todo, antes que venha a sofrer ainda mais.

Para perdoar uma traição é preciso tempo

Para perdoar uma traição é preciso tempo e muito mais, o traidor tem que dar tempo à outra pessoa para ponderar tudo e para que esta perceba se vale realmente à pena. Vai existir desconfiança e medo que as coisas se repitam e essa desconfiança não irá desaparecer de um dia para o outro, vai levar o seu tempo e tem de ter paciência. Se fez merda, não espera que a merda simplesmente desapareça. Deixe o traidor ou traidora à vontade, as pessoas já devem ter idade para saber o que realmente querem. Se voltarem a trair terá logo o julgamento feito e pode mandar essa pessoa dar uma curva. Uma pessoa assim por certo não merece perdão.

Outra coisa importante é a introspeção

Uma pessoa só deve levar uma relação avante se os fantasmas a deixarem. Não vale à pena viver com medo. Sobretudo se não aguenta viver assim ou se não é feliz com isso. Se não consegue ultrapassar a traição simplesmente acabe a relação e parta para outra. A vida é pequena, deve viver ao máximo e não viver mal ou presa em pensamentos ou fantasmas. Deve perdoar a outra pessoa, apenas se quiser e sobretudo se sentir que realmente vale à pena e que deseja um futuro com aquela pessoa apesar de tudo.

Avalie também o tipo de infidelidade

É muito importante perceber qual o tipo de infidelidade. Foi uma situação ocasional? Foi apenas com uma mulher ou um homem ou com mais? Foi enganado(a) o tempo todo, mesmo na sua cara? Se sim, então irá sofrer de uma dor muito maior e o amor que sentia pode facilmente transformar-se em ódio e na vontade de nunca mais ver essa mesma pessoa à sua frente.

A mulher deve contar os seus medos e tormentos

A mulher deve sempre contar os seus medos e tormentos ao homem. Se ele a quiser realmente ele vai preocupar-se com isso e fará tudo para que se sinta bem. Fará de tudo para a deixar novamente com confiança nele, bem como tudo o resto. Se ele não a quiser, pura e simplesmente não se irá dar ao trabalho e aí já sabe o que terá de fazer. Não seja dependente de ninguém, não aceite tudo pela outra pessoa. Lembre-se também de se amar a si própria e de lutar por si e pelo seu futuro.

Gostou do artigo?
Gostavamos de ter o seu apoio no Patreon. Saiba mais clicando AQUI.

Deixe um comentário

avatar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.