Will Smith e a sua visão sincera de um relacionamento

Todos vocês conhecemos Will Smith, seja através do cinema ou da música, este é sem dúvida um ícone dos tempos modernos e alguém, que de certa forma, guardamos no nosso coração. Pois bem, Will Smith partilhou vários stories no seu instagram a falar sobre o amor e no fundo uma visão totalmente sincera sobre o assunto.

O vídeo está em inglês, alguns perceberão outras não, mesmo assim falarei de todos os aspetos que este fala no vídeo para que todos possamos compreender e discutir.

O vídeo é o seguinte:

O que nos diz o vídeo

“Perguntei-lhe o que ela achava ser uma das maiores revelações, que ela tivesse tido sobre o amor. Ela disse que você não pode fazer uma pessoa feliz. E eu pensei ser uma ideia bastante profunda. Você consegue fazer uma pessoa sorrir, uma pessoa sentir-se bem e rir, agora se a pessoa está feliz ou não é algo que está totalmente fora do seu controle. Eu lembro-me do dia que me retirei, eu disse literalmente a ela que era isso, que me retirava, retirava-me da função de a fazer feliz.

Eu preciso que tu procures a tua própria felicidade e que proves a mim que isso é possível […] quando nos casamos as pessoas dizem que nos tornamos num só e o que percebemos é que somos duas pessoas completamente separadas, em dois caminhos individuais separados. O que aconteceu é que decidimos viver com a outra pessoa as nossas vidas separadas.

Mas a felicidade dela foi responsabilidade dela e a minha felicidade minha responsabilidade. E decidimos procurar a felicidade no nosso próprio interior e apresentar-nos assim ao outro no relacionamento já feliz. Não chegarmos um ao outro a pedir, com o nosso copo vazio, que a outra pessoa seja responsável por o encher […] é irrealista e pode ser destrutivo colocar a responsabilidade da nossa felicidade em qualquer pessoa para lá de nós próprios.

O que podemos retirar dele

Acho que o próprio discurso já é ele muito claro e dá para tirar muitas ideias importantes do mesmo, de entre elas:

  • Você não pode e nem tem o poder de fazer outra pessoa feliz. Você pode fazer a pessoa sorrir, ter um bom momento, mas lá está, são momentos, não significa que seja uma felicidade permanente.
  • Fazer alguém feliz para além de si próprio é algo que está fora do seu controlo. Tire essa “obrigação” das suas costas, a vida por si só já pesa demasiado.
  • Casamento ou namoro não vos transforma numa pessoa só. Somos todos pessoas diferentes, com caminhos e objetivos diferentes. Viver com outra pessoa significa apenas que permite a essa pessoa partilhar o caminho a seu lado, embora os caminhos possam ser diferentes.
  • Não podemos esperar que a outra pessoa faça aquilo que nós próprios não conseguimos fazer. Você tem de procurar em si a confiança, a motivação e a auto-estima, para gostar de si próprio e lutar pela sua própria felicidade.
  • O tempo a sós num relacionamento é igualmente importante. Cada pessoa deve ser capaz de construir o seu próprio caminho e ser feliz nele para que o relacionamento possa também ele ser feliz.

Sem dúvida que este pequeno vídeo levantou umas ideias interessantes de serem debatidas. O que pensam vocês desta visão? Concordam com ela? Deixem a vossa opinião nos comentários.

Gostou do artigo?
Gostavamos de ter o seu apoio no Patreon. Saiba mais clicando AQUI.

Deixe um comentário

avatar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.