Regras do amor que deveriam ter em conta

Já por várias vezes se contestou se o amor deveria te regras ou não e até que ponto estas deveriam ser seguidas. Já se falou inclusive dos mandamentos do amor. A conclusão foi que estas existem, mas como linhas reguladoras da ação e que deve ser cada um de nós que se deve debruçar sobre elas e saber até que ponto estas são certas e podem ajudar na nossa presente relação. Cada ser humano tem de ser possuidor de um espírito crítico que seja capaz de estabelecer a diferença entre o certo e o errado na sua perspetiva e neste caso na sua própria vida e relação amorosa.

Hoje vou falar de umas regras de amor que considero básicas. Tal como disse não devem ser seguidas à risca, devem sim ser objeto de reflexão por parte de cada um de vós. Motivo suficiente para suscitar em vocês uma reação. Isto é a regra será imposta por cada um de vós em função do lido e não por mim necessariamente.

regras do amor

Regras do amor que deveriam ter em conta

Não gosta disto? Diga! – Todos sabemos o quando é difícil aguentar algo que não gostamos ou que nos deixa numa situação desagradável. Seja de incómodo. Vergonha. Ou qualquer outro sentimento. Mas as pessoas comentem erros em virtude das personalidades diferentes. E por vezes o que para nós poderá ser um erro ou um incómodo pode muito bem ser uma qualidade para outra pessoa. Seja o que for que o(a) incomoda deve falar abertamente sobre isso e colocar as coisas em cima da mesa logo de princípio. Se não disser nada o que irá acontecer é que terá de viver o resto da sua vida aturando algo que não gosta, apenas por ter medo de falar! O que provavelmente iria acontecer era terminar a relação por não suportar algo que podia ser atenuado ou até desaparecer de forma definitiva com uma simples conversa! Fale abertamente sobre os problemas e avance sem aquela frustração que antes se encontrava presente.

Ver tv é diferente de passar tempo a dois! – Uma noite a dois não precisa de ser cara ou ter grandes excessos para ser uma grande noite, mas definitivamente não deveria ser passada no sofá a olhar para um programa disponível nos poucos canais que se têm e provavelmente a ver algo que nenhum dos dois presta muita atenção. Com um pouco de criatividade é possível criar uma noite romântica que possa passar por um jantar romântico em casa, seguido de um passeio ou de algum programa romântico. É importante conseguir fazer algo que quebre com a sua rotina habitual e que possa proporcionar algo de novo a ambos.

A distância fortalece o coração – A aproximação de um casal é benéfica no início da relação porque é exatamente nesse início que se devem criar umas boas bases que permitam o funcionamento em pleno da relação. Mas a distância ou criar sentimentos de saudade, de dúvida e até de ciúme também pode ser benéfico porque fortalece o coração e aumenta a capacidade de confiança e até o desejo do reencontro por parte do casal. O estar perto também é importante mas não deve ser excessivo ao ponto de criar no casal vontade de procurar o seu próprio espaço, porque todos sabemos que o nosso próprio espaço e o estarmos apenas com nós mesmos é crucial na vida de qualquer um de nós;

Argumente com palavras não ações – Resolva os problemas com palavras e não de modo sarcástico ou com olhares para outras raparigas ou rapazes. Isso não resolve nada para além de ser imaturo e não ter qualquer sentido lógico. Um insulto ou ação só irá levar a outra e criar assim um ciclo em que no final irão sair os dois magoados. Sempre ouvi dizer que tudo se resolve a falar, por isso é sempre importante procurar o diálogo para resolver os problemas que com falta de diálogo possam conduzir ao final da relação.

Estas são algumas das regras de amor que considero serem cruciais para a relação de cada um. Cabe agora a cada um de vocês tirar as devidas conclusões e aplicar cada uma delas na sua vida prática. Boa sorte.

Deixe um comentário

1 Comentário em "Regras do amor que deveriam ter em conta"

avatar
Sort by:   newest | oldest | most voted
Sara Melo
Visitante

wpDiscuz