Fim do namoro, como ultrapassar

Estão a sofrer com o fim do namoro e o vosso coração encontra-se partido? O que tem de se lembrar é que é completamente possível ultrapassar isso, porque teoricamente o coração não parte, não é? Faça uma pesquisa por entre amigos, e verá que muitas das pessoas que se encontram à sua volta também sofreram um desgosto de amor  causado pelo fim do namoro e muitos deles devem estar perfeitos agora. E você também ficará por mais complicado que isso parece agora para você. Comece por conhecer quais as 7 fases de um desgosto de amor, para compreender o que se está a passar consigo.

superar fim do namoro

Várias situações de fim do namoro:

Primeiro Amor – Superar o fim do primeiro amor é uma tarefa bastante complicada, isso deve-se ao facto de pensarmos que o nosso primeiro amor, perfeito e romântico irá durar para sempre. Engraçado é, não olharmos para os nossos amigos e os seus relacionamentos e acharmos que eles irão durar para sempre. E toda a gente sabe vendo as estatísticas que a maior parte das pessoas que se apaixonam, digamos aos 17 anos, não ficam com essa pessoa para a vida. Mas o facto de sabermos essas coisas parece não nos deter da ideia de que o nosso amor é perfeito, e que nunca acabará. Por isso, quando realmente acaba, o final é trágico. O único conforto é que este romance mostrou-lhe quanto amor tem para oferecer.  Um dia vai olhar para esse primeiro amor e não irá sentir-se da mesma forma, irá pois sentir que aprendeu qualquer coisa.

Trate-se bem – Pode sentir-se de tal forma mal depois de ver o seu coração partido, que poderá parecer que está doente ou até que teve um acidente de carro. Deixe as outras pessoas preocuparem-se consigo. Durma o máximo que puder e coma boa comida. Mais importante que tudo, permita a si próprio poder chorar. É horrível na altura mas vai sentir-se melhor depois disso. Acima de tudo trate-se bem, a sua cabeça e corpo tiveram um choque, mas tudo vai acabar por passar. Aprenda como criar um maior amor próprio.

Cuide a sua vida social – Os seus amigos poderão ajudar a ultrapassar mais facilmente o que sucedeu. Mais tarde ou mais cedo vão convidar para você ir ao cinema com eles, jantar fora, etc. De início não vai estar muito disposto(a) a isso, mas vai ficar assim que descobrir que existem bónus no facto de estar sozinho(a) outra vez. Aliás vai perceber que esta é a altura certa de fazer coisas que não fazia quando tinha alguém. Agora pode ir ver o filme que gosta, ouvir a música que gosta, ou até ir de férias para um destino à sua escolha.

Olhe para trás, para olhar em frente – Assim que ultrapassar a fase de estar doente e chocado(a), olhe para o seu relacionamento passado, mas com olhos de ver e não com aquele filtro de 100% perfeição. Faça uma lista de coisas que não sente saudades em relação ao seu/sua ex. Ao princípio poderá pensar que amou tudo nesta pessoa, mas isso é mentira e vai perceber isso. E os momentos em que parecia sentir-se estúpido(a), sozinho(a), as piadas baixas, as discussões, ou até como esta pessoa não gostava do nosso melhor amigo. Existem imensos elementos que não resultaram antes e esta é a altura certa para pensar neles. Torna-se necessário aprender com o amor falhado. Veja também as coisas que aprendi com as ex-namoradas.

Começar de novo – Por vezes quando o nosso coração está partido, nós queremos encontrar alguém que nos ame o mais depressa possível. Isto é natural – mas inapropriado. O que poderá acontecer é embaraçar a sua vida amorosa por uns 6 meses. Obviamente que pode acabar por fazer sexo com essa pessoa – sexo seguro pessoal! Mas as emoções e sentimentos não irão pousar assim tão facilmente, por isso divirta-se, mas não procura nada sério se ainda não tiver ultrapassado a história com a/o ex. Considerem-se curados quando passar um dia inteiro e não pensarem naquela pessoa e nessa altura provavelmente poderão pensar em apostar numa nova relação.

Enfim, o mais importante é saberem que não acaba o mundo, aliás, o mundo está cheio de pessoas interessantes, que muitas vezes nos completam da sua forma única, nos fazem esquecer tudo, nos fazem sentir bem, amados. É necessário que consiga ultrapassar a negação e perceber porque se dá o fim do namoro. Não existe apenas uma pessoa para nós, como costumo dizer, vamos provando até encontrar o sabor perfeito. Por isso, não tenham medo de perder um, pode custar, mas já pensaram que o perderam por não ser a pessoa certa para vocês? O fim do namoro não é o fim do mundo.

Gostou do artigo?
Gostavamos de ter o seu apoio no Patreon. Saiba mais clicando AQUI.

15
Deixe um comentário

avatar
10 Comment threads
5 Thread replies
1 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
11 Comment authors
António CorreiasentimentocalmoJoão Pedrowillian aguileratay Recent comment authors

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

newest oldest most voted
António Correia
Visitante
António Correia

Daí haver suicidios qd nao consegues recomeçar de novo e sentes que nao tens mais nada para viver

sentimentocalmo
Visitante
sentimentocalmo

Olá amigo, consigo perceber a sua dor. No início tudo parece mais complicado. Pensarmos em como preencher o nosso tempo sem a outra pessoa. Tudo vem à nossa cabeça, mas com o tempo as coisas mudam. Fechar-se é o pior que você pode fazer mesmo. Existem montes de pessoas nesta vida. Pessoas fantásticas que você deveria sair para conhecer. A sua vida é muito mais importante do que qualquer relação. As amizades são igualmente importantes assim como a sua família. Pense agora em si, em fazer as coisas que realmente gosta e mais tarde ou mais cedo estará a conhecer… Read more »

sentimentocalmo
Visitante
sentimentocalmo

Seja um amor na vida, seja até um amigo. Perder alguém é sempre complicado. Afinal fala-se do hábito de ter alguém perto, de ter aquela presença que é muito complicado de superar, embora não seja impossível. Força 🙂

João Pedro
Visitante
João Pedro

Nunca se consegue esquecer o amor da nossa vida. Quem julga superar essa fase, apenas está a enganar-se a si próprio. Como diz a canção, não há cura para o amor.

João Pedro
Visitante
João Pedro

Tudo isto é um monte de tretas, uma forma de enganar-nos a nós próprios, porque a verdade é que nunca se consegue esquecer a pessoa amada. Quando se perde o amor da nossa vida, a dor acompanha-nos para todo o sempre. E não há palavras ou nenhuma forma de curar o desgosto de amor, quando o que perdemos é o amor verdadeiro.