Amor à primeira vista? Não pode ser bom…

Aqui está um assunto bem badalado! Existe quem acredite em amor à primeira vista e existe quem acha que apenas acontece nos filmes. Nós fazemos parte da maioria que acredita que o amor à primeira vista, faz sentido nos filmes, mas transposto para a vida real, é apenas uma invenção ou um acaso.

As pessoas acreditam que é possível cruzarem-se na rua com alguém, trocarem um sorriso, uma conversa e perceberem que esse é o amor da sua vida? Quanta bobagem junta! Eu chamo-lhe loucura! Como é possível pensar-se em futuro com uma pessoa, que acabámos de conhecer, ou melhor dizendo, que nada conhecemos? É possível que ache a pessoa bonita e que na conversa combine consigo na forma como interagem, mas isso irá acontecer com muitas mais pessoas que irá conhecer.

O amor à primeira vista parece uma ideia engraçada para usar nos filmes e livros de contos de fadas, mas na realidade existem bastantes razões para não acreditar em histórias da carochinha. Para acordar aqueles que poderão não andar tão atentos, e para conhecerem as diferenças entre o amor nos filmes e na realidade, aqui ficam algumas razões pelas quais achamos que o amor à primeira vista não existe.

amor à primeira vista

É atração não amor

Como é possível avaliar uma pessoa apenas pela cara? É com a cara da pessoa que quer passar o resto da sua vida? É que um simples olhar ou uma conversa, não vos fará conhecer a pessoa ao ponto de dizerem que é a pessoa da vossa vida. As pessoas tendem a confundir amor com atração com bastante facilidade. Isto acontece porque o coração nos prega partidas e ao que à primeira vista parece ser amor, não passa de uma atração que passa em pouco tempo.

Quando se fala de amor, implica que se conheça a pessoa e como esta realmente é, e isso não se descobre a olhar para a pessoa. Percebem agora a diferença entre amor e paixão? Basicamente a ser verdade, o amor à primeira vista seria apaixonar-se por alguém através da primeira impressão que se tem da pessoa, pois bem, aqui reside um grande problema, porque está mais que provado que a primeira impressão pode enganar.

Esta a limitar o amor

O amor deve ser algo que vai sendo construído e não algo instantâneo. Garantir que o amor à primeira vista existe é estar a limitar o amor, porque pura e simplesmente, em apenas poucos segundos atingirá o ponto máximo do amor e estará a deitar fora, muita coisa que poderá ainda não ter recebido do mesmo. A construção deve ser gradual, é como subir ao cunho de uma montanha, deve ser feito por fazes e essas, não devem ser deixadas de lado.

Quando se fala de amor verdadeiro, fala-se de passar tempo junto com a pessoa para se conhecerem melhor. É também apaixonar-nos por essa pessoa, dia após dia, é conquistar a pessoa todos os dias, lá está no fundo subir a montanha até chegar ao topo. Só assim conseguirão chegar ao topo e mesmo assim ainda terem amor para dar.

É momentâneo

O amor verdadeiro, ao contrário do amor à primeira vista, não acontece nos olhos, encontra-se na cabeça e também no seu coração, onde fica por um longo período de tempo. Por outro lado, a paixão é momentânea, não dura para sempre, dura até se satisfazer a atração física e pouco mais. Quando se junta a personalidade da pessoa à balança, até então praticamente desconhecida pela pessoa, as coisas poderão mudar de figura, porque é possível você se apaixonar por uma aparência, mas essa terá de vir sempre aliada a uma personalidade compatível.

Mesmo que comece uma relação com a suposta pessoa, o que irá acontecer mais tarde ou mais cedo é que irá aborrecer-se facilmente, porque o sentimento não é permanente. Alguém aceitaria viver com uma pessoa, da qual não se aproveita nada de bom da sua personalidade, apenas porque esta é bonita? Não me parece…

É impraticável

Embora a ideia pareça possível, fácil é de constatar que as coisas mudam de figura na prática. Um amor assim é basicamente impraticável! Onde estão as lutas pelas quais ambos têm de passar juntos? Onde está toda a parte da conquista? Onde está o conhecimento da outra pessoa, para pensar ao menos “esta é a pessoa da minha vida?”. Onde fica tudo isso? Pura e simplesmente olhamos para a pessoa, dá-se o “click” e achamos que vamos ficar com ela para o resto da vida? Quanto irracional é isso?

É um grande risco

Apaixonar-se por uma aparência ou por uma ideia que cria na sua cabeça é um grande risco! Como sabem que a pessoa a quem querem “dar o coração”, não o deu já a outra pessoa? Como sabem sequer se essa pessoa está pronta para ter uma relação? É que não acreditem que essa ideia de amor à primeira vista acontece dos dois lados. Não conhecem sequer os desejos ou objetivos da outra pessoa, enquanto não se conhecerem realmente! O que irá acontecer é que o seu coração vai criar uma imagem de algo (completamente errada) e irá desiludir-se quando cair na realidade e ver que afinal as coisas não são como pensou.

E vocês acreditam em amor à primeira vista?

 

Deixe um comentário

1 Comentário em "Amor à primeira vista? Não pode ser bom…"

avatar
Sort by:   newest | oldest | most voted
Patricia
Visitante

Amor a primeira vista existe, eu e meu esposo somos a prova disto. Estou casada há 18 anos e desde do momento que o vi tive certeza que ele seria o homem da minha vida. Ele foi meu primeiro namorado…

Hoje temos 3 lindos filhos e uma maravilhosa história de amor juntos, recheada de muito companheirismo.

Abraços,

Patricia
Oficina de Cestas

wpDiscuz