Viver junto – Conheça todas as vantagens e desvantagens

A decisão de viver juntos pode implicar alguns factores importantes, há que ponderar seriamente sobre os prós e os contras de uma união de facto e chegar à conclusão que é isso mesmo que desejam nas vossas vidas. É óbvio, como qualquer decisão entre o casal que morar juntos advém algumas vantagens e desvantagens que podem ser compensadas para a felicidade dos dois.

Para que esta decisão seja tomada é essencial haver um conhecimento e intimidade mútua, com total confiança e boas perspetivas de futuro na construção de uma relação sólida. Saiba então através deste artigo do Sentimento Calmo quais as vantagens e as desvantagens da união de facto.

viver juntos vantagens e desvantagens

Ponderar é a palavra em ordem, há que pensar sobre cada assunto relacionado com a união de facto, que na grande maioria é um sinal de felicidade mútua e desejo de vida em conjunto e uma maior intimidade. Viver juntos requer também alguma maturidade e independência para tratar de todos os aspectos de uma vida doméstica assim como conjuga-los com a vida profissional e amorosa.

Conheça então quais as vantagens de morar juntos, que pode ser de facto uma mais-valia para a relação:

Maior convivência entre o casal – Um dos melhores aspectos da união de facto é precisamente a convivência e a liberdade de movimento, onde cada um pode estar à vontade para com o outro. Apesar disso, como tudo na vida, a convivência excessiva pode trazer aspectos negativos à relação. Há que aproveitar o melhor da união e manter a sua relação saudável. Aproveite o tempo e a privacidade com o seu amor e partilhe experiências novas. Pode e deve ser uma grande mais-valia para a sua relação!

Remédio anti-solidão – Viver sozinho pode trazer sentimentos de solidão e isolamento, especialmente quando há tendência a sair pouco de casa. Viver com a pessoa que ama pode ser muito positivo nesse sentido. Para além de estar junto do seu amor está sempre acompanhado, e que boa companhia! Aproveite e relaxe com o seu parceiro, conviva e saiam juntos. A vida doméstica é essencial mas a vida social também é importante.

Felicidade redobrada em todos os momentos – Para que partilha uma vida com a pessoa que ama qualquer momento tem a possibilidade de se tornar em momentos felizes. Desde arrumar a casa até cozinhar, quando na companhia do seu amor todas estas atividades podem ser divertidas e românticas. Disfrute de todos estes momentos ao lado de quem ama, vai perceber que vale a pena.

É certo que a união de facto traz algumas vantagens para a relação, contudo nada é perfeito e devem ser ponderadas algumas questões relacionadas com o facto de morar juntos. Existem certos erros a evitar numa relação amorosa que podem acontecer através da união de facto que podem de facto tornar-se em aspectos negativos. Conheça então as desvantagens da união de facto e possíveis soluções para as mesmas:

Privacidade comprometida – Morar juntos pode ser um remédio contra a solidão para alguns contudo existem pessoas que prezam pela privacidade e uma vida independente, ainda que num relacionamento. Esta perspetiva é totalmente válida e deve ser respeitada. Quando o casal decide viver uma união de facto pode sentir falta da sua privacidade, dos seus momentos de relaxamento e descontração a sós. Esta situação pode ser revertida através do respeito, da compreensão e do espaço que cada elemento do casal dá um ao outro. Caso precise de um tempo a sós converse com o seu parceiro e respeite também o seu espaço, proporcionando-lhe alguns momentos de privacidade de modo a manter a relação estável e saudável.

Regras a dois e perda de individualidade – Viver em conjunto com alguém pressupõe afinidade e interação. Nas decisões domésticas é imprescindível que ambos os elementos do casal discutam sobre os problemas tendo em vista a sua solução. Devido a estes factores é possível que sinta uma perda de individualidade e consequente dependência do seu parceiro. Esta situação também pode ser resolvida através da divisão de tarefas e funções na casa. Existem sempre aspectos que têm de ser discutidos a dois, contudo são aspectos que podem unir o casal e é com esse mesmo efeito que devem ser pensados.

Monotonia – É sem dúvida um dos aspectos que desgastam o amor. Estar consecutivamente com o seu parceiro no dia-a-dia pode gerar alguns sentimentos de monotonia e repetição da rotina. Para tal não há mais nada a dizer para além do apelo à originalidade – Seja original, quebre a rotina as vezes que forem necessárias. Quando se quer há sempre novidade, algo de novo que por mais arrojado que seja pode quebrar a monotonia sentida pelo casal. A dois ou através de saídas com amigos e família, jantares, passeios, existem sempre atividades que quebram a rotina e trazem um sabor especial a relação. Não hesite em falar deste aspecto com o seu parceiro e cheguem a conclusões à medida de cada um.

Através deste artigo conseguimos fazer um apanhado geral sobre as vantagens e desvantagens da união de facto. Viver com a pessoa que amamos acarreta as suas vantagens e desvantagens, cabe aos dois, numa conversa saudável decidir qual a melhor solução para o casal.

Artigo escrito por Patrícia Gargaté, estudante na área de jornalismo, colaboradora do Sentimento Calmo.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

avatar
wpDiscuz