Como respeitar e compreender uma mãe solteira

Muito se discute sobre as mães solteiras, isto é, uma mulher que já teve uma família e casa com um homem, mas que por alguma razão já não estão mais casados. Existem muitas mulheres nesta situação e nem sempre um homem sabe respeitar uma mãe solteira para muito menos querer sair com uma mãe solteira. É certo que esta é uma situação muito particular e que nem todos os homens conseguem perceber as suas particularidades. Hoje no nosso artigo vamos falar de vários assuntos, nomeadamente: o que implica ser mãe solteira e como respeitar uma mãe solteira.

respeitar uma mãe solteira

O que implica ser mãe solteira

Não ter os filhos a 100% – Embora isto não aconteça em 100% dos casos, visto que na maioria dos casos os filhos ficam quase sempre com a mãe, existem situações onde isso possa não acontecer. Existem também situações onde ambos vão revezando os filhos, isto é, uma semana num, outra semana noutro, embora estes casos sejam mais raros. A verdade é que nunca terá os seus filhos a 100% porque sentirá que se encontra constantemente numa luta acesa pela atenção dos mesmos. Se falarmos de crianças pequenas essa guerra torna-se ainda mais “violenta”, porque as crianças pequenas são facilmente influenciáveis com prendas, que muitas vezes acabam por substituir o carinho dado pelo pai ou mãe.

Ser vítima de comentários – Também acontece com os homens mas na maior parte dos casos os comentários acabam por cair sempre em cima da mulher. Comentários como “deixou o marido“, “não soube cuidar do homem que tinha“, etc, poderão ser frequentes, como sabemos é muito mais fácil falar da vida dos outros sem nós próprios a conhecermos do que tratarmos da nossa própria vida. O que aconselho é ser mais forte de que todos os comentários. Os comentários só nos rebaixam se formos fracos o suficiente para os ver como uma verdade. Cabeça para cima e seguir em frente, porque nenhuma pessoa fará a nossa vida por nós.

Trabalho e responsabilidade redobrados – Como seria de esperar o trabalho e também a responsabilidade que daí implica serão redobrados. Quando num casal onde o homem era a fonte de sustento ou neste caso uma grande fonte de sustento e a mulher se vê sozinha a cuidar de um filho ou de vários, esta terá de fazer uma ginástica extra para arranjar dinheiro necessário para que nada falte na mesa, o que nem sempre é fácil, tendo em conta o nosso cenário atual de crise. A responsabilidade terá de ser reforçada. Pressupõe-se que no seio do casal as decisões em relação aos filhos sejam tomadas em conjunto, neste caso muitas das decisões pelo menos as pequenas não serão discutidas com o pai e terão de ser completamente fruto do pensamento e responsabilidade da mãe. Não vamos criar ilusões de que todos os casais depois de se separarem e com filhos se darão bem ao ponto de discutir vários questões importantes para os mesmos.

Dificuldade em iniciar um novo relacionamento – Em muitas das situações o seu tempo será reduzido, para além disso também a vontade de iniciar uma nova relação poderá ser muito pouca. Existirá sempre o medo de quem saiu de uma relação falhada. Existirá também em alguns casos o sentimento de que já se é bastante velha para isso, entre muitos outros que podem assolar a sua cabeça na altura de pensar em incluir uma nova pessoa na sua vida. É de referir também que muitas mulheres temem os comentários ao iniciar uma nova relação e temem também que os filhos possam rejeitar o novo homem. Conheça o nosso artigo que a ajudará a conhecer novas pessoas sendo mãe solteira.

Conciliar o trabalho com os filhos – Nem sempre é fácil conciliar o trabalho, a sua vida pessoa e ainda os seus filhos tudo no mesmo esquema. Como referimos anteriormente é necessário que consiga ter alguma ocupação suficiente para regular a sua vida e a vida dos seus filhos. Muitas vezes um trabalho não basta e existem mulheres que fazem verdadeiras maratonas de trabalho, a verdade é que estando estas a fazer isso pelos seus filhos não se podem também esquecer que estes necessitam igualmente de atenção. Por isso nem sempre é fácil conciliar as duas coisas.

Como respeitar uma mãe solteira

Depois de enumerarmos todos os pontos anteriores sobre as dificuldades que uma mãe solteira se debate no seu dia a dia é agora importante reflectir para se conseguir concluir o que será necessário fazer para conseguir respeitar uma mãe solteira.

Não esqueça a criança – Nunca esqueça a criança! Lembre-se que a mãe vai valorizar acima de tudo o seu filho ou filha, por isso será de todo importante que o(a) saiba incluir na sua vida e em grande parte dos planos que tiverem juntos. Não se esqueça que não tem apenas de conquistar a mãe mas ganhará pontos extra se conseguir que a criança também goste de si. Não seja falso, aja com normalidade com a criança e não procura “comprá-la” com presentes, substitua isso por amor.

Entenda a situação da mulher – É super importante que consiga compreender a situação da mulher que exemplificámos atrás para que perceba o que esta tem de enfrentar no seu dia a dia e para compreender igualmente alguns dias em que esta esteja mais em baixo ou sem paciência. Digamos que na maioria dos casos é uma verdadeira maratona conseguir tratar de tudo, por isso deve conseguir manter-se paciente e perceber que nem tudo poderá ser no momento, que existem prioridades que devem de todo ser respeitadas.

Respeite o seu passado – Todos cometemos erros no passado porque ninguém neste mundo é perfeito ou imune a erros, como tal é necessário que esses erros sejam compreendidos e sobretudo respeitados. De nada adianta estar a trazer o passado para o vosso presente. De nada adianta atacar a outra pessoa em relação a isso. Saiba antes respeitar as coisas que aconteceram no passado da outra pessoa, tal como a outra pessoa irá respeitar o que aconteceu no seu passado.

Entenda que os filhos dela têm um pai – Mediante alguns comentários e segundo alguns contatos por email, conseguimos perceber que este é um dos piores problemas para os homens, a ideia de que ainda existe outro homem que tem alguma ligação com a mulher. É certo que os filhos dela têm um pai e ninguém conseguirá mudar isso, nem mesmo a própria mulher, mas isso não invalida que você lhes possa dar amor. São dois mundos diferentes que não deve de todo tentar interferir. Uma coisa terá de meter na sua cabeça, a relação entre a mãe e o pai é apenas convencional é apenas para manter o ego pai filhos, não existindo nenhuma ligação sentimental. Todos sabemos que poderá ser difícil, ver os filhos dela com o verdadeiro pai, bem como outras situações, mas não deve ser razão para não se respeitar a mulher.

Não a trate de forma diferente – As mulheres não gostam de ser tratadas de forma diferente por causa da sua situação inicial. Não a trate como “uma coitada”, penso que nenhuma mulher gosta disso. Pelo contrário também não a trate como uma super guerreira. Saiba adequar-se à situação e tratá-la de forma normal, sem rótulos, sem mimos extremos e sem desprezo.

Não queira saber demais – Não queira saber demais sobre o passado dela, já sabe o suficiente, que não resultou e que por essa razão não foi transportado até ao presente. Muitas mulheres não gostam de ser constantemente questionadas sobre o seu passado e para além disso podem mesmo não se sentir bem em relação a isso. Se a mulher quiser contar tudo bem, mas não a pressione todos os dias sobre isso.

Não cometa os mesmos erros – Caso a mulher lhe tenha contado o que falhou na sua relação passada, prometa a si próprio não cometer os mesmos erros.

Ganhe juízo e saiba respeitar as outras pessoas. Perceba o que as outras pessoas passam e lutam antes de as tentar criticar. Olhe mais para si ao invés de criticar os outros.

Deixe um comentário

21 Comentários em "Como respeitar e compreender uma mãe solteira"

avatar
Sort by:   newest | oldest | most voted
Karen
Visitante
Nesses casos e assuntos, não devemos julgar a todos por uma boca só. Porquê, tem casos em que a mulher se torna mãe solteira, sem ter opção, ainda mais quando casou com um rapaz – a família de ambos sendo a favor – passaram-se dois anos e nesse período a garota sonhava com um futuro, amava o marido, tiveram uma filha, daí começou outra vida…. Aconteceram coisas que ninguém esperava acontecer (isso aconteceu comigo!) Tenho 20 anos e vivi isso – e muito mais – que relatei acima. Não esperava isso pra minha vida, uma pessoa se fingiu ser do… Read more »
luciana
Visitante

Pq mãe solteira tem alguma doença p vcs falarem ninguém n sabe o dia de de amanhã ,eu sou mãe solteira n estou solteira pq quero. meu ex marido n foi homem suficiente p resolver o problema portanto ele resolveu o problema se separando então vai ser a mesma coisa com qualquer relação se reagir desta forma inclusive menos de um mês de separação se envolveu com uma mulher com filho, aliás namora com ela.

Luiz Guilherme Prats
Visitante
Levem a mal não, mas qual mãe, no caso de seu filho ainda não ter filhos próprios, gostaria de vê-lo envolvido com mulher que já tem filho(s) ? Pouquíssimas. Conheço um caso real de um colega meu. Ele perdeu o pai cedo. Sua mãe teve um relacionamento anos depois do qual nasceram duas filhas (que também são minhas colegas). Agora o meu colega namora com uma mulher com filho, que deseja morar junto com ele. A mãe do meu colega é contra. Quer, há muito tempo, que ele acabe o namoro. Ela deu a entender que deseja para o filho… Read more »
sentimentocalmo
Visitante

Olá Alex, obrigado pelo seu depoimento. A parte financeira eu compreendo bastante, existe muita pessoa assim. Afinal só vivemos uma vez não é certo? Você fez o que achou que devia ser feito, até porque está visto que uma relação desse tipo para o seu caso era apenas um sofrimento. Muitos dos casos que resultam acontecem entre pessoas que solteiras, mas onde ambas têm filhos, talvez porque se completam, não?

wpDiscuz