O que o Coronavírus nos ensinou sobre o amor

Perante a pandemia mundial do Covid-19, o novo Coronavírus, são vários os aspetos que tivemos que reaprender: A viver sozinhos, a viver a dois 24 sobre 24 horas e até a mudar os nossos hábitos de higiene e de consumo. Todas estas mudanças afetam a nossa personalidade e sobretudo, as nossas relações. De repente já não podemos fazer almoços de família nem passar tanto tempo com o nosso amor.

Por isso mesmo, com o artigo de hoje vamos abordar essas mudanças, sobretudo nos relacionamentos amorosos e explicar o que o Coronavírus nos ensinou sobre o amor e sobre as relações pessoas. Algumas mudanças necessárias, outras obrigatórias.

Como o Coronavírus mudou os nossos relacionamentos?

Para os que vivem juntos e para os que estão separados, ambos estão a ser afetados com a quarentena imposta pelo novo Coronavírus, por isso mesmo decidimos enumerar quais as principais mudanças numa relação amorosa devido à pandemia e de que forma se pode conviver com essa mudança e torna-la proveitosa para o casal:

  • Aprender a partilhar espaço – Mais tempo em casa significa mais tempo de convivência, o que pode ser muito bom e muito mau. Para os que precisam de liberdade e de um tempo só para si, pode ser algo negativo. Mas não pense que por estar na mesma casa tem que fazer tudo exatamente como a outra pessoa. Siga as suas rotinas, tente manter os seus hobbies, mesmo que isso seja à parte da sua cara-metade. Não faz mal se um acordar mais cedo que o outro ou jantar a horas diferentes, também não faz mal se fizerem tudo ao mesmo tempo. Converse sobre as rotinas de cada um, defina limites e aprenda a viver a dois a tempo inteiro.
  • Viver longe da sua cara-metade – São muitos os que são obrigados a estar longe do seu amor durante este período de quarentena. É de facto uma situação complicada e difícil de gerir, especialmente quando os dias passam e a saudade aperta. É nesse momento que ambos devem manter-se unidos e comunicar das formas que é possível. Felizmente vivemos numa época de comunicação fácil e instantânea: Use esses recursos para se aproximar de quem mais ama e estreite laços, mostre carinho e apoio. O retorno será muito positivo.
  • Perceber o que são bens essenciais – Este período fez-nos também compreender o que são bens essenciais e o que realmente precisamos para viver bem. Será que precisamos jantar fora todas as semanas ou ir ao cinema? De facto são atividades de lazer, mas os verdadeiros bens essenciais estão em casa e junto de quem mais amamos. É também um período em que percebemos que algumas pessoas e alguns empregos, extremamente desvalorizados são mais importantes do que pensamos. Vale a pena a reflexão!
  • Saber quem está realmente a seu lado – É nos momentos mais difíceis que percebemos que está ao nosso lado para nos apoiar, certo? Pois neste caso não é exceção e terá a oportunidade de perceber quem a apoia e quem não está verdadeiramente preocupado consigo. E não é pelo facto de estar perto de si, até porque não é possível. A preocupação e o carinho surgem de várias outras maneiras. Observe o mundo a sua volta e conseguirá perceber quem está perto de si quando precisa ou quando é necessário.
  • Longe da vista não é longe do coração – O coronavírus veio provar que o ditado “Longe da vista, longe do coração” é a mais pura mentira. Vemo-nos privados de estar junto de quem mais amamos e é nestes momentos que percebemos que a distância não mata a saudade nem corta os laços que estão bem consolidados.
  • Autoconhecimento e aprendizagem – Este é também um momento de autoconhecimento, em que vai perceber muitas coisas sobre os outros, mas também sobre si mesma. E de aprendizagem pois vamos viver de uma forma diferente, uma nova realidade que não nos permite tanta proximidade, mas permite amor e carinho, necessários para qualquer pessoa ser feliz.

Estes são apenas alguns pontos importantes para quem vive o amor durante a pandemia e alguns pontos de reflexão para quem procura sair uma pessoa melhor durante este confinamento.

Gostou do artigo?
Gostavamos de ter o seu apoio no Patreon. Saiba mais clicando AQUI.
guest

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments