Depressão – exemplos e situações

Hoje em dia a depressão é uma das doenças psiquiátricas mais frequentes na nossa sociedade e prevalece geralmente mais nas mulheres do que nos homens. No entanto, em ambos os casos, a depressão causa grande transtorno e afecta o mundo à volta da pessoa depressiva, sejam amigos, familia e colegas de trabalho. Pode-se inferir uma depressão quendo uma pessoa apresenta sintomas específicos durante um certo período de tempo ( normalmente 15 dias), nomeadamente o humor depressivo ou a perda de interesse e prazer nas actividades quotidianas. Neste artigo vou abordar três tipos de depressão, para melhor compreender não só a doença como também as atitudes a tomar por quem quer ajudar e lidar com alguém com este problema. Confira também o nosso artigo de dicas para ultrapassar a má disposição.

depressão

Exemplos de depressão

1- Depressão Bipolar: A Depressão Bipolar é uma doença psiquiátrica conhecida por Maníaco-Depressiva, ou seja, . É caracterizada por elevadas alterações do humor, com crises repetidas de depressão e de “mania”. Estas perturbações são reflectidas na alteração de  sensações, emoções, ideias e comportamentos. Podser causada apenas por factores genéticos ou biológicos, ou pelas situações de stress do indivíduo. Infelizmente muitas pessoas que sofrem de depressão bipolar não lhes é diagnosticada a doença, pois, principalmente nos seus momentos de euforia, estas recusam a ajuda médica. Além da medicação, é essencial no tratamento e cotrole desta doença o apoio familiar.

 2- Depressão pós-parto: Existe sempre uma fase pós parto em que o humor pode ser depressivo, mas esta fase é breve enquanto que a verdadeira depressão pós parto é algo mais raro, mas também muito mais grave e incapacitante. O pai e a família próxima deverão ser capazes de aceitar as alterações emocionais da mãe, confortá-la sem dramatizar nem criticar, reforçar as suas competências como mãe e ajudar no cumprimento das tarefas quotidianas, assim como nos cuidados com o bebé, sempre que necessite, mas tendo o cuidado de não a substituir nem interferir na relação estabelecida entre os dois.

 3- Depressão crónica: Geralmente o indivíduo depressivo perde o prazer de realizar actividades do quotidiano e sente-se angustiado, melancólico e sem energia para nada. Os pensamentos são quase sempre são negativistas e muitas vezes chegam a pensar em suicídio. Claro que os sentimentos podem variar de pessoa para pessoa, mas quando estes transtornos não são moderados e persistem diariamente, a depressão torna-se crónica.Pode não parecer verídico mas por exemplo, o consumo de drogas como a cocaína são principais desencadeantes de depressão crónica,alterando completamente o sistema nervoso em menos de 15 segundos após o uso. No entanto, apesar do extremo desta depressão levar ao suicídio, por vezes os sintomas deste distúrbio são mais suaves, apesar de se prolongarem por muito mais tempo.

Se conhecer alguém com doença depressiva, recomendo o seguinte endereço: http://www.adepressaodoi.pt/ . Muitas vezes o seu apoio é o melhor anti-depressivo. Vença a sua depressão.

Artigo escrito por Clara Godinho, colaboradora do Sentimento Calmo.

Deixe um comentário

1 Comentário em "Depressão – exemplos e situações"

avatar
Sort by:   newest | oldest | most voted
palpita
Visitante

infelizmente ja passei por 2 depressoes… e a 3 se avisinha…a vida muitas vezes nao corre como nos esperavamos…entrar numa depressao é bem mais rapido do que sair dela… tudo leva o seu tempo… so gostava k tudo fosse diferente…

wpDiscuz