3 Dicas para tomar uma decisão inteligente na vida sentimental

Todo dia você toma decisões e faz escolhas na sua vida. E todas essas escolhas afetam quem você é direta ou indiretamente. Uma decisão mal tomada pode ser aquilo que separa o sucesso do fracasso, a felicidade da tristeza, o ganho da perda, o amor do sofrimento. Quando se trata de decidir algo, não há ninguém mais culpado que você na hora de colher os resultados do que foi escolhido. Se você errar, não adianta colocar a culpa nos outros. Se você está sofrendo agora neste exato momento, fatalmente é porque alguma escolha errada você fez.

Normalmente existem vários tipos de escolhas, mas nenhuma delas tem o poder de afetar tanto a sua vida quanto uma escolha que afeta seu lado sentimental. Escolhas que afetam o emocional de alguém podem trazer consequências destrutivas e que perduram por longo tempo, por isso se faz necessário entender quais os mecanismos para tomar uma decisão inteligente.

scared-man

O que é uma decisão inteligente?

É aquela decisão que traz como consequência algo positivo. Uma decisão inteligente não te faz sofrer no futuro. Talvez você diga: “Eu só escolho a pessoa errada”, “Minha vida sentimental nunca dá certo”, “Eu afasto todos que gostam de mim”, “Eu não sei como reconquistar a pessoa amada”, entre outras coisas. Mas saiba que essas coisas são apenas as conseqüências de escolhas que você fez e que não foram inteligentes.

Todos nós tomamos decisões e fazemos escolhas da qual nos arrependemos no futuro, pois somos humanos e não somos perfeitos. Apenas saiba que o poder de errar menos e acertar mais está nas suas mãos, nas suas escolhas. Por isso preparei abaixo 3 dicas que vão te ajudar a fazer escolhas e tomar decisões mais inteligentes na sua vida, principalmente na vida amorosa.

Dica 1 – Use a razão exatamente na hora que a vontade de decidir vem

No momento de fazer uma escolha, pare e pense. Parece algo bobo de se aconselhar, mas você sabe muito bem que a maioria não faz isso. Uma decisão inteligente vem justamente do fato da pessoa raciocinar em cima daquela decisão. Isso significa pensar nas consequências, quem sairá prejudicado se der errado, quais as possibilidades de acontecimentos advindos daquela escolha, entre outras coisas.

Usar cabeça e a inteligência que você tem é o ponto chave na hora de escolher com quem vai namorar, se deve morar junto, se deve terminar um namoro ou se a pessoa merece mais uma chance, enfim, todas as coisas. O que nós temos visto por aí são pessoas agindo pela emoção na hora de decidir. Esse é o pior mau: “Fulano(a) me trata feito um bicho, mas eu gosto tanto dele”. Esse tipo de atitude é puramente emocional e leva a escolhas erradas. Para fazer escolhas inteligentes, use a certeza (razão) e não a duvida (emoção).

Dica 2 – Não ouça conselhos errados

Muitas vezes você faz escolhas baseado no que outras pessoas te aconselharam. Isso é muito ruim, pois a maioria das pessoas não tem bons conselhos para dar. Isso deu origem àquela famoso ditado: “Se conselho fosse bom, não se dava, se vendia”. “Mas como saber se o conselho é bom ou não?”, você pode estar se perguntando isso. Simples: Olhe para a vida da pessoa que te deu o conselho e se faça a seguinte pergunta: O resultado que ela obteve levando a vida assim é o mesmo resultado que eu quero para mim? Se a resposta for não, você já sabe que não deve seguir o tal conselho.

Além do mais, existem conselhos que de cara já são horríveis e você não deve escutar. Leia a postagem sobre os 10 conselhos errados que seus amigos te dão sobre sua vida amorosa e você vai entender do que estou falando.

Dica 3 – Relembre todas as vezes que você errou

Muitas vezes uma decisão que você já tomou antes aparece para você tomar de novo. É nesse momento que muitas pessoas cometem o mesmo erro duas vezes. Pense bem comigo: Se você já viu o resultado de uma escolha que tomou anteriormente e não gostou nada, então porque você deverá fazer a mesma escolha de novo? Parece meio irracional, não é mesmo?

Por isso, na hora de tomar uma decisão, se você quiser que ela seja inteligente, relembre os erros passados que você cometeu justamente por tomar uma decisão parecida (ou até a mesma) anteriormente. Espero que você tenha entendido o recado que eu quis passar e comece a tomar decisões mais inteligentes a partir de agora.

Um abraço e deixe seu comentário!

(Artigo Escrito por Alan Ribeiro)

5
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
PalomaIzoneideEusébio CustódioAnónimo Recent comment authors

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

newest oldest most voted
Paloma
Visitante
Paloma

Bom dia muito bom gostei do conselho obrigada

Izoneide
Visitante
Izoneide

Muito bom amei

Anónimo
Visitante
Anónimo

muito bom obrigadaaa…