8 sinais que está viciado no facebook

Muitas pessoas pura e simplesmente não querem admitir, mas a verdade é que existem cada vez mais pessoas viciadas no facebook. É verdade que o facebook veio revolucionar bastante a forma como se faz a comunicação e para além disso serviu para que as pessoas pudessem encontrar outras, que já não viam ou falavam à muito tempo. Nisso o facebook foi bastante positivo, mas por outro lado também levou algumas pessoas a ganhar vício por esta ferramenta. Um viciado no facebook é aquela pessoa que atualiza o seu mural de dez em dez minutos, que está constantemente a mudar as fotografias, que basicamente lá passa o dia, sem que esteja a fazer algo de útil.

Já explicámos aqui num artigo anterior como a tecnologia matará a sua relação e também como o facebook pode ajudar à história. Hoje o que lhe trazemos são sinais de que poderá estar viciado(a) no facebook. Por mais que as pessoas neguem, existem vários casos de pessoas nesta situação e esta é uma situação que tem de mudar num futuro próximo, caso contrário estará a por-se em causa várias relações pessoais.

viciado no facebook

Se procura sempre muitos likes

Se tem uma preocupação imensa para que todas as suas publicações tenham montes de likes e inclusive pede uns quantos no chat para as pessoas, hábito extremamente irritante, então provavelmente dá demasiada importância ao facebook. O mesmo se aplica se for completamente louco ou louca por conseguir comentários nas suas publicações. É um querer de fama à força que a(o) pode levar à loucura.

Se edita o “sobre mim” com frequência

Se estiver realmente viciado no site então é provável que tenha necessidade de editar o seu “sobre mim” várias vezes. Na maior parte das vezes as mudanças são mínimas e o mais provável é optar por escrever coisas que são totalmente irrelevantes para a pessoa que é e para o que vai mostrar aos outros.

Se pensa em “estados” o tempo todo

É daquelas pessoas que fica a pensar em qual será o seu próprio “estado” ono facebook? É do tipo de pessoas que fica montes de tempo a pensar se realmente é um bom estado, se vai ter gostos e comentários? Se respondeu sim a estas perguntas, então preocupe-se porque está num estado grave de vício.

Está a afetar o seu trabalho?

Se passar o dia enfiado(a) no facebook nem é preciso perguntar se este está a afetar o seu trabalho, porque é bastante óbvio. O que acontece nos dias de hoje é que muitas pessoa dão mais atenção ao seu facebook do que ao seu trabalho e os resultados acabam por ser horríveis. Se ignora o trabalho que tem para fazer e não for capaz de estabelecer prioridades apenas para estar no facebook, então o seu vício atingiu o nível máximo.

Se afeta as suas relações

Nada pode ser mais importante do que a sua relação com as pessoas que o envolvem. Não deve de todo ignorar essas mesmas relações sobretudo para estar no facebook, onde todas as relações são virtuais. Foque-se no que realmente é importante, que é uma relação real, com pessoas reais e não apenas textos no chat do facebook.

Se sente necessidade

Se sente uma grande necessidade de visitar o facebook nas alturas que não pode. Se tem necessidade de saber quais as últimas atualizações e partilhas dos seus amigos e quer estar sempre em cima dos acontecimentos. Se der por si neste estado, digamos que a situação é bastante grave.

Se muda constantemente a sua imagem de perfil

Sim, todos queremos ter uma boa imagem de perfil, ou quase todos, mas não é razão para a mudar todos os dias. Nem razão para pedir a todos os seus amigos no chat para colocarem um gosto nela. Isso só denota uma grande ligação com o facebook e uma necessidade de ser popular, algo que provavelmente não consegue na vida real.

Se aceita todos os pedidos de amizade

É do tipo de pessoas que aceita todo o tipo de amizades só para conseguir ter um maior número de amigos do que o vizinho? Sabia que isso é apenas o início da doença? Do que importa ter montes de amigos que nem conhece e que pura e simplesmente só querem vasculhar a sua vida? Pense nisso!

E você considera-se viciado(a) no facebook?

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

avatar