Porque é que os homens se fartam de uma relação

Os homens fartam-se de estar numa relação? Essa é a pergunta e a resposta poderá ser “por vezes sim“. Todas as pessoas, pelo menos uma vez na vida, em que querem mais do que um namorado ou namorada, mulher ou esposo. Algumas relações perdem a excitação e paixão demasiado rápido e depois disso nada parece funcionar como anteriormente. É nessa altura que a relação se torna uma farsa e onde já não existe amor. Passa-se muitas vezes de uma relação obsessiva, para uma relação onde nada faz sentido. Nenhuma pessoa acorda um dia e decide que a sua relação é um aborrecimento, se não existirem já causas para o fim da relação.

Muitas vezes, quando algo de mau ou errado acontece numa relação, ambos na mesma, procuram encontras as razões pelas quais isso aconteceu. Todas as relações têm altos e baixos e desafios, mas muitas vezes o que sobre são apenas: corações partidos, confiança perdida e palavras cruzadas. Para cada problema poderá existir uma solução e também uma causa. Porque razão iria um homem ou mulher ficar aborrecido(a) com o seu próprio parceiro? Porque é que os homens se fartam de uma relação? Existirá uma explicação lógica e concreta ou é apenas fruto da imaturidade dos homens? É isso que procuramos descobrir hoje.

Porque é que os homens se fartam de uma relação

Geralmente não é das mulheres ou namoradas que eles se aborrecem, mas de algo que possa estar em falta. A excitação, a espontaneidade, a aventura, paixão, quem sabe até o romance. Existem mesmo aqueles que têm necessidade constante de ter algo novo, algo emocionante e diferente e que muitas vezes não conseguem encontrar nos seus parceiros. Não significa que não os amem, apenas se esqueceram de como se divertirem. Quando todas essas coisas “desaparecem” é normal que a relação perca alguma força, já não é uma relação completa. A seguir conseguirão encontrar algumas razões que poderão explicar porque os homens perdem interesse numa relação.

“Ela é muito fácil, eu preciso de um desafio!”

Os homens gostam de desafios e adoram, mas adoram, a conquista! Mulheres fáceis não excitam um homem, são isso mesmo, fáceis e não existe piada nenhuma nisso. Por outro lado, uma mulher complicada de pegar, dá muito mais luta a um homem e como tal, muito mais vontade de a ter. Uma mulher fácil, que não se procura fazer difícil por vezes, poderá levar a uma relação monótona e previsível e uma relação monótona levará ao aborrecimento que poderá causar o afastamento do homem. Os homens adoram a conquista e o quebrar do gelo, sobretudo quando são bem sucedidos.

“Eu não gosto que ela me incomode o tempo todo”

Os homens têm tendência para tentarem estar o mais separados possíveis das mulheres que os tentam ter a toda a hora. No início da relação, por vezes, certas mulheres gostam de mostrar o quanto são capazes de dar liberdade e não “estarem sempre em cima”, mas com o passar do tempo é o que acaba por acontecer. Por vezes a barreira entre uma relação normal e uma relação obsessiva é demasiado curta. Se a mulher tende a estar sempre em cima do homem, só o estará a afastar cada vez mais, porque este terá de procurar o seu espaço. Pode gerar conflitos e poderá conduzir ao final da relação.

“Ela não quer ser minha namorada, mas sim mulher”

As mulheres por vezes querem tudo, cedo demais! Logo nos primeiros encontros, já têm na cabeça o homem perfeito, uma família, filhos e casamento. Com o passar do tempo, tantas expectativas em tão pouco tempo, poderão conduzir a sério problemas numa relação. Não estamos com isto a dizer que os homens não pensam sobre o casamento ou ter filhos, mas pensam tudo a seu tempo. Seja homem ou mulher e com os tempos cada vez a mudar mais, é complicado estar a forçar alguém a pensar em algo, que provavelmente nunca tenha pensado antes.

“Fazer amor com ela já não é como era antes”

No meio de todos os problemas que um casal pode ter, este é um deles e poderá acontecer várias vezes e por várias razões. Cada um na relação tem as suas necessidades e é importante que sejam satisfeitas. Por vezes o homem pode pensar que as coisas já não são como antes, porque também ainda não tentou fazer nada de novo ou reinventar a forma como têm estado a fazer as coisas. Existem “n” coisas que se podem fazer, só têm de ser criativos e deixarem-se levar. Por certo que se apimentarem as coisas de forma diferente, vão ver que a paixão e o amor ainda lá estão todos, assim como a excitação.

“Preciso do meu espaço! E preciso dele agora!”

É bom que passe algum tempo com a pessoa que ama, mas não quer dizer que devam passar todo o vosso tempo juntos! Nem é algo saudável! Cada pessoa na sua relação necessita de espaço! Para fazer as coisas que gosta, para estar com quem gosta, etc! Uma relação apenas vivida a dois 24 sobre 24 horas poderá não ser saudável. Se não conseguir sentir saudades da outra pessoa, para que servem as saudades? E acredite que as saudades podem ser o ponto chave para apimentar a sua relação e lhe dar uma nova força.

“Ela não me deixa ter o meu próprio tempo e amigos”

Isto é como que um complemento do ponto anterior. É saudável para qualquer pessoa ter o seu próprio tempo, para ocupar da forma que quiser. É assim que se cria a confiança e o respeito que são tão importantes numa relação. A outra pessoa tem de ter tempo para a família, para os seus amigos e também para as coisas que gosta de fazer no seu dia a dia! Se a pessoa se sentir presa, terá cada vez mais necessidade de se libertar e de procurar a sua liberdade e isso pode causar problemas na sua relação. Pense nisso.

Todos estes problemas, quando mal tratados, podem conduzir a uma traição ou a um afrouxamento de uma relação. A chave para conseguir manter a sua relação é aproveitar cada momento que passam juntos da melhor forma. Sejam vocês próprios e não tentem mudar a outra pessoa. Coloquem as cartas na mesa e decidam se devem ou não continuar.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

avatar
wpDiscuz