Como identificar um controlador

No nosso mundo existem vários tipos de pessoas e lidamos com elas nas mais variadas situações. As pessoas controladores tendem a querer dominar as outras pessoas e nesse jogo de dominação podem recorrer à humilhação ou algo que causa prejuízos físicos ou psicológicos a outra pessoa. No entanto não é algo que essas pessoas não possam mudar, tudo o que é necessário é alguma forma de vontade e uma abertura de pensamento para que possa ocorrer essa mesma mudança. Decidimos fazer uma lista de 5 sinais de que uma pessoa é controladora e para ajudar assim mais facilmente a identificar um controlador. Esta lista serve igualmente para os que se enquadrem na lista dos controladores para perceberem o que precisam mudar nas suas vidas!

identificar um controlador

Ignorar as opiniões e visões dos outros

Se a pessoa for muito controladora essa caraterística vai manifestar-se na forma de interações de diferentes níveis, pessoal como profissional. Este tipo de pessoas ignora constantemente a opinião das outras pessoas, aceitando apenas a sua como certa. Isto como é óbvio irá trazer os seus problemas, nomeadamente as pessoas não irão gostar de conversar com uma pessoa assim, nunca a levarão a sério por ser uma pessoa muito pouco flexível e até “chata” e muito dificilmente fará amizades sinceras. Também no seio de uma empresa ou trabalho, este tipo de pessoa pode gerar problemas, visto que a troca de opiniões entre colegas de trabalho é quase inexistente ou praticamente impossível.

Tornar-se agressivo ou até violento

As pessoas controladoras, na maior parte dos casos, não deixem que as pessoas que as rodeiam tomem decisões. Geralmente gostam de ser avisados ao invés de serem apanhados de surpresa. Gostam de manter o controlo e perceber que estão a controlar e também informados sobre o sucedido. Quando as coisas não correm de feição para estas pessoas e quando as coisas lhes fogem do controlo tendem a tornar-se ainda mais controladores, podendo mesmo tornarem-se agressivos ou até violentos.

Não gostar de ser mandado

As pessoas controladores, detestam e repito, detestam ser mandadas. Sendo assim a sua situação profissional torna-se por vezes bastante complicada, tendo em conta que terá de obedecer às regras do patrão. Estas pessoas embora consigam responder ao que lhes é mandado, nem sempre o fazem como a ordem o ditava, procuram dar sugestões ou simplesmente fazerem de modo diferente, apenas para dar uma ideia de que não estão a ser mandados mas sim a tomar iniciativa em algo. Uma situação assim obviamente pode por toda uma carreira profissional em risco.

Medo e ansiedade

Pessoas assim vivem constantemente com um sentimento de medo e desconfiança e para além disso com uma carga gigante de ansiedade. Precisam de saber tudo, de estar em cima de tudo e também de controlar tudo. Receiam perder algo que possa ser importante para as suas vidas e como tal vivem sempre com o sentimento de ansiedade em alta. Para além disso e como foi dito anteriormente isso aliado ao facto de se poderem tornar violentos pode ser muito perigoso.

Muitas relações falhadas

Embora não seja regra, pode ser incluído como factor, sendo fácil de perceber porque. Uma relação supostamente é algo partilhado a dois, uma partilha de opiniões, de decisões, etc, tomadas no nome do casal e para o bom funcionamento do mesmo. Quando existe apenas uma pessoa interessada em mandar e a querer controlar a outra é normal que as coisas não funcionem, como tal é muito provável que uma pessoa controladora tenha dificuldades em manter uma relação duradoura, sem magoar a outra pessoa.

Estes são apenas alguns sinais que podem ajudar a identificar um controlador. Não queira ter uma pessoa controladora a gerir a sua vida. Seja livre. Não queira também ser este tipo de pessoas, saiba mudar e aceitar que as outras pessoas também possam ter razão.

Deixe um comentário

avatar

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.