5 formas de salvar o seu casamento

O seu casamento está por um fio? Já não sente o mesmo pelo seu parceiro ou parceira? Discutem mais atualmente do que passam um tempo descansado? Provavelmente algo se passa no seu casamento mas ainda é tempo de o salvar. Hoje reuni 5 formas de salvar o casamento que poderão fazer maravilhas na sua relação. Uma coisa terá de perceber que não existem fórmulas mágicas. Para uma relação funcionar é necessário que ambas as partes lutem por isso e que muitas vezes saibam “dar o braço a torcer”, isto é, fazer cedências.

É inútil pensar-se que basta existir amor e o casamento irá durar para todo o sempre, porque isso não irá acontecer. O amor por si só se não for acompanhado de respeito, de atitudes, de compreensão, é um amor vazio e que mais cedo ou mais tarde irá quebrar. Não é tarde demais para salvar o seu casamento. Tome nota das dicas que trago para si.

formas de salvar o casamento

Você já não sente o mesmo?

A primeira pergunta que você terá de fazer a si própria(o) é: será que ainda sinto o mesmo pelo meu parceiro? Se a resposta for – não – é necessário perceber o que mudou entretanto e porque razão mudou. Conheceu outra pessoa? Tem estado muito ocupada com o trabalho? Falam menos do que falavam anteriormente? Já não fazem planos a dois? Responda a esta e a outras perguntas que poderão clarificar aquilo que sente. Seja sincera consigo própria, use a razão para perceber o que se passa no seu coração e caso não sinta o mesmo seja sincera. Lembre-se que as relações têm altos e baixos e poderá estar apenas a viver um deles.

Será que sabe perdoar?

Sabemos que o ser humano está longe de ser perfeito e como tal todos nós cometemos erros. De uma forma ou de outra acabamos por magoar alguém nas nossas vidas, mesmo não tendo essa intenção. Quanto mais procurar o casamento perfeito mais erros irá cometer. Tente mudar uma coisa de cada vez e procure conhecer as fraquezas na sua relação. Quanto mais você procurar a perfeição mais irá “exigir” do seu parceiro e acabará por se desiludir e criar instabilidade na sua relação. Aproveite os momentos e não procure a perfeição. Saiba aceitar a outra pessoa com as suas qualidades e defeitos, aliás não foi assim que se apaixonou por ela? Deixe de dar tanta importância aos pequenos pormenores e foque-se mais nas coisas boas da sua relação.

É uma pessoa honesta?

Sabe porque razão discutem? Quais são os problemas mais frequentes que conduzem a uma discussão? Você tenta sempre ter a razão? Para evitar discutir com o seu marido é necessário que seja honesta e que saiba falar das coisas abertamente dizendo sempre a verdade ou aquilo que sente. Falar a verdade pode magoar mas é a solução para os problemas da sua relação. Fale sobre aquilo que sente, sobre se teve ou não um bom dia, se gostou desta ou daquela atitude dele, etc. Quanto mais guardar para si, mais fácil uma discussão se tornará em algo pior e colocará em causa a sua relação. Olhe para o problema, compreenda-o e procure uma solução.

O seu ego não está a afetar a relação?

Orgulho e postura e sabe o que é? Muitas vezes as discussões começam ou pior ainda tornam-se em algo pior porque nenhum dos dois quer baixar a cabeça e admitir que errou. O ego fala sempre mais alto. Para conseguir ter uma relação saudável é necessário admitir que erra. Saiba pedir desculpa e perdoar a outra pessoa. Deixe de lado o seu ego que é um destruidor de relações e admita que nem sempre está certo. Saiba dizer “desculpa” e dar o braço a torcer porque só assim conseguirá ter uma relação saudável.

Será que já deu o seu máximo?

Será que já deu o seu máximo na relação? A paciência é uma virtude e deve estar presente no seu casamento. Você tem de dar o seu melhor se quer que a relação funcione e não deixar o trabalho todo para o seu parceiro. O casamento é como uma balança, se uma parte não fizer o seu trabalho esta irá ficar desequilibrada. Desistir nunca foi a melhor solução. É mais fácil separar-se do que lutar pela sua relação? Será que os anos e o amor que os juntou não deverá ser mais forte que tudo? Dedique-se à sua relação e não espere que as coisas pura e simplesmente aconteçam.

Você não quer entrar num processo de divórcio e sabe isso muito bem. O seu destino está nas suas mãos e só você pode decidir aquilo que quer fazer e agir desse modo. Espero que estas dicas lhe sejam úteis de alguma forma.

Deixe um comentário

avatar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.