Contraceção – tudo o que precisa saber

Já existem vários métodos de contraceção disponíveis, todos com o mesmo propósito mas atuando e tendo indicações diferentes. Hoje decidimos falar um pouco sobre a contraceção e os métodos contracetivos. Sentir-se seguro(a) e estar efetivamente seguro(a) é essencial para conseguir ter uma relação saudável. Lembre-se de pensar sempre antes de uma relação e de colocar sempre a sua saúde em primeiro lugar, porque isso sim é importante para a sua vida.

contraceção

Eficácia do método contracetivo – O único método que é completamente eficaz é a abstinência sexual, mas este foge um pouco ao conceito de método contracetivo. Afinal, pretende-se ter uma vida sexual ativa sem correr o risco de engravidar. A eficácia do método depende de pessoa para pessoa, e principalmente da sua correta utilização.

Antes de iniciar um método contracetivo deve marcar consulta com o seu médico, de preferência ginecologista, este, por sua vez, deve fazer alguns exames para saber, consoante a sua saúde e com os objetivos enquanto mulher, qual o método mais adequado. Há que ter em conta a idade, o estilo de vida, se já tem filhos ou se ainda pretende ter, outros problemas de saúde, para determinar os efeitos colaterais que o método contracetivo pode ter na vida do paciente. Para a contraceção ser eficaz há que seguir as indicações do médico, no caso da pílula, por exemplo, toma-la diariamente é uma obrigação. Outro fator igualmente importante é a ida ao médico com algum espaçamento de tempo, 6 meses é o comum, para verificar se tudo corre dentro da normalidade

Reversibilidade dos métodos contracetivos – Grande parte dos métodos contracetivos existentes são reversíveis, ou seja, se o homem ou mulher desejarem podem reverter o efeito, deixando de os usar. Geralmente estas situações ocorrem quando os casais decidem ter filhos. Pertencem a este caso, a pílula, os preservativos, o DIU, o implante e as hormonais injetáveis.

Métodos contracetivos definitivos – Os métodos definitivos de contraceção implicam intervenção cirúrgica. A mulher pode fazer uma laqueação de trompas, ao passo que o homem pode realizar uma vasectomia. No caso da vasectomia, há a possibilidade de reverter o processo, através de outro procedimento cirúrgico. Estes métodos só devem ser adotados se o homem e/ou mulher tiveram plena certeza que não querem ter mais filhos.

Acesso à contracepção – Toda a população tem o direito às consultas e aos serviços inerentes ao planeamento familiar. Grande parte dos métodos podem ser obtidos gratuitamente nos centros de saúde ou hospitais, como é o caso da pílula, dos preservativos e do DIU. Se preferir, também tem à sua disposição em qualquer farmácia.

6
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
3 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Marta Sousa FreitasSentimento CalmoSentimento CalmoLarisse CastroRafael Mesquita Bezerra Recent comment authors

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

newest oldest most voted
Marta Sousa Freitas
Visitante
Marta Sousa Freitas

a abstinência é o que dá menos dores de cabeça

Sentimento Calmo
Visitante

No novo acordo ortográfico de Portugal a palavra perde o p 🙂

Sentimento Calmo
Visitante

No novo acordo ortográfico de Portugal a palavra perde o p. Obrigado.

Larisse Castro
Visitante

Concordo. As duas palavras tem o P mudo.

Rafael Mesquita Bezerra
Visitante

na boa… Não é contravePtivos e contracePção, ambas as palavras com "P"?!