Contraceção – tudo o que precisa saber

Já existem vários métodos de contraceção disponíveis, todos com o mesmo propósito mas atuando e tendo indicações diferentes. Hoje decidimos falar um pouco sobre a contraceção e os métodos contracetivos. Sentir-se seguro(a) e estar efetivamente seguro(a) é essencial para conseguir ter uma relação saudável. Lembre-se de pensar sempre antes de uma relação e de colocar sempre a sua saúde em primeiro lugar, porque isso sim é importante para a sua vida.

contraceção

Eficácia do método contracetivo – O único método que é completamente eficaz é a abstinência sexual, mas este foge um pouco ao conceito de método contracetivo. Afinal, pretende-se ter uma vida sexual ativa sem correr o risco de engravidar. A eficácia do método depende de pessoa para pessoa, e principalmente da sua correta utilização.

Antes de iniciar um método contracetivo deve marcar consulta com o seu médico, de preferência ginecologista, este, por sua vez, deve fazer alguns exames para saber, consoante a sua saúde e com os objetivos enquanto mulher, qual o método mais adequado. Há que ter em conta a idade, o estilo de vida, se já tem filhos ou se ainda pretende ter, outros problemas de saúde, para determinar os efeitos colaterais que o método contracetivo pode ter na vida do paciente. Para a contraceção ser eficaz há que seguir as indicações do médico, no caso da pílula, por exemplo, toma-la diariamente é uma obrigação. Outro fator igualmente importante é a ida ao médico com algum espaçamento de tempo, 6 meses é o comum, para verificar se tudo corre dentro da normalidade

Reversibilidade dos métodos contracetivos – Grande parte dos métodos contracetivos existentes são reversíveis, ou seja, se o homem ou mulher desejarem podem reverter o efeito, deixando de os usar. Geralmente estas situações ocorrem quando os casais decidem ter filhos. Pertencem a este caso, a pílula, os preservativos, o DIU, o implante e as hormonais injetáveis.

Métodos contracetivos definitivos – Os métodos definitivos de contraceção implicam intervenção cirúrgica. A mulher pode fazer uma laqueação de trompas, ao passo que o homem pode realizar uma vasectomia. No caso da vasectomia, há a possibilidade de reverter o processo, através de outro procedimento cirúrgico. Estes métodos só devem ser adotados se o homem e/ou mulher tiveram plena certeza que não querem ter mais filhos.

Acesso à contracepção – Toda a população tem o direito às consultas e aos serviços inerentes ao planeamento familiar. Grande parte dos métodos podem ser obtidos gratuitamente nos centros de saúde ou hospitais, como é o caso da pílula, dos preservativos e do DIU. Se preferir, também tem à sua disposição em qualquer farmácia.

Gostou do artigo?
Gostavamos de ter o seu apoio no Patreon. Saiba mais clicando AQUI.

6
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
3 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Marta Sousa FreitasSentimento CalmoSentimento CalmoLarisse CastroRafael Mesquita Bezerra Recent comment authors

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

newest oldest most voted
Marta Sousa Freitas
Visitante
Marta Sousa Freitas

a abstinência é o que dá menos dores de cabeça

Sentimento Calmo
Visitante

No novo acordo ortográfico de Portugal a palavra perde o p 🙂

Sentimento Calmo
Visitante

No novo acordo ortográfico de Portugal a palavra perde o p. Obrigado.

Larisse Castro
Visitante

Concordo. As duas palavras tem o P mudo.

Rafael Mesquita Bezerra
Visitante

na boa… Não é contravePtivos e contracePção, ambas as palavras com "P"?!