Conselhos para uma boa comunicação entre pais e filhos

Em regra geral não existem conselhos que possam ser atribuídos para melhorar a comunicação de todas as famílias a um nível global visto que cada pessoa é diferente, possui uma individualidade própria e um ambiente distinto. Contudo existem máximas que devem ser seguidas por todos aqueles que procuram uma boa relação entre pais e filhos. Se deseja ter uma família mais unida e com uma relação mais forte sem conflitos ou problemas basta seguir os nossos conselhos.

comunicação entre pais e filhos

Conselhos para uma boa comunicação entre pais e filhos:

1. Tenha em conta o tipo de comunicação que tem com o seu filho. Dedique uns dias para observar o seu comportamento comunicacional. Em caso de conflitos e discussões, pense bem na sua origem e no comportamento de ambos, este é um exercício saudável que ajudará a chegar a conclusões e a resolver conflitos e problemas-base.

 2. Escute ativamente e pense sobre toda a comunicação dos seus filhos. Valorize-os e não deixe de os escutar. As crianças gostam de receber atenção, o que facilitará a comunicação entre pais e filhos. Quando as crianças não sentem atenção tendem a adotar um comportamento agressivo e uma postura cerrada. Dê atenção e facilite todo o processo de comunicação.

3. Faça com que os seus filhos tenham paciência, não ofereça tudo o que eles querem à primeira birra. A educação relativamente à comunicação com o outro pode influenciar decisivamente a sua personalidade. Se não puder falar com ele diga-lhe simplesmente: “Daqui a 10 minutos falo contigo”. Depois do tempo de espera agradeça a sua paciência pois a educação deve ser sempre reconhecida.

4. Responda consoante a sua atitude pois se responder sempre da mesma forma poderá ser rotulada de autoritária. Mostre agrado quando o seu filho realmente merecer pois ao contrário do que se possa pensar a rigidez não é a forma mais eficaz de educar o seu filho. Opte por uma  educação onde existem à vontade e simpatia entre pais e filhos. Não faça o seu filho sentir-se culpado e dê alguma confiança, verá que estreitarão laços e melhorarão a comunicação.

5. Deixe as culpas de lado. Se não tem sido o modelo perfeito de um comunicador para o seu filho deverá deixar de lado as culpas e adaptar-se a uma nova forma de comunicação melhor para a família, amenizando ou se possível extinguindo todos os conflitos existentes.

6. Mude a sua comunicação para uma comunicação mais aberta. É aconselhável que estabeleça um tempo experimental na nova abordagem para que possa ver como funciona ou se deve sofrer alterações. Os pais devem ter hábitos comunicacionais que requerem esforço e sobretudo paciência com as crianças e com eles mesmos.

Lidar com a rebeldia

Por vezes não é fácil lidar com a atitude rebelde do seu filho. Há que ter calma, paciência e acima de tudo não se culpar pela atitude do seu filho. Deverá tentar conversar com calma e firmeza, definindo valores e tentando de certo modo integrar-se nos seus pensamentos. Para conseguir uma melhor relação com o seu filho deverá estabelecer diálogo constante e habituá-lo desde criança a falar consigo sobre qualquer tipo de temas, sem pudores ou preconceitos. Deixe o seu filho encará-la como uma amiga.

Uma boa comunicação entre pais e filhos poderá ser uma vantagem na hora de estabelecer relações e laços familiares. Não deixe de falar com o seu filho de forma aberta e melhor toda a comunicação e o ambiente familiar.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

avatar
wpDiscuz