Como lidar com o medo da solidão?

São muitas as pessoas que acreditam que a felicidade está num relacionamento amoroso e por isso ficam com medo de ficar sozinhas para sempre. Quando alguém que tem medo da solidão está solteiro, faz com que esse medo cresça mais ainda, contudo até quem está numa relação pode viver em constante angústia, com medo da rejeição e de acabar sozinho.

No artigo de hoje vamos dar algumas dicas para lidar com o medo da solidão, construir uma boa relação consigo mesmo e deixar para trás alguns mitos que o ajudam a construir esses receios.

Afinal… Como lidar com o medo da solidão?

Para que possa começar a perceber esse medo e corrigir a sua postura, em primeiro lugar é preciso conhecer o motivo que o leva a pensar desta forma. A necessidade de um relacionamento amoroso é algo culturalmente enraizado, ou seja, desde pequenos que somos ensinados que só é possível ser feliz se estiver num relacionamento, se casar e se tiver filhos.

Por outro lado existe a cobrança que a sociedade nos impõe o que faz com que o relacionamento amoroso seja colocado à frente de outras questões bem mais importantes. A cobrança por um relacionamento numa pessoa que está solteira à muito tempo é tanta, que as pessoas nem ligam ao amor próprio, a outras relações, só a amorosa conta. O que faz com que nos sintamos desconfortáveis e amedrontados na hora de pensar na solidão.

Quem não conhece alguém que está solteiro há algum tempo e já ouviu o típico: “então para quando um namoro / casamento”. Por vezes nem precisa estar solteiro há muito tempo. O pior é que estas questões são colocadas inclusive a adolescentes, o que faz com que já cresçam com a ideia que um relacionamento amoroso é fulcral nas suas vidas.

É muito comum o pensamento de que pessoas solteiras são infelizes e incompletas – O que é totalmente errado! É certo que somos seres sociais e precisamos de relações para evoluir como pessoas contudo essas relações não são exclusivamente amorosas. Existem outras relações mais importantes que devemos nutrir e preservar nas nossas vidas:

  • As relações de amizade e familiares são as mais importantes e as que têm mais valor, são laços duradouros que cultivam o nosso bem estar social e uma ponte importantíssima para a busca de um relacionamento amoroso;
  • O amor próprio é sem dúvida o ponto fulcral para estabelecer qualquer relação amorosa e sem este ponto não é possível manter uma boa relação saudável. Invista em si, pratique o que mais gosta e sinta-se bem consigo mesma, para que se possa sentir bem com o próximo.

Para concluir é importante ainda que trabalhe na sua independência e tenha capacidade de resolver os seus problemas sozinha, esta habilidade faz vai gerar segurança e confiança em si mesma, para que posteriormente possa investir numa relação a dois.

Gostou do artigo?
Gostavamos de ter o seu apoio no Patreon. Saiba mais clicando AQUI.

Deixe um comentário

avatar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.