Como as pessoas deixam morrer o amor após a paixão inicial

Ai o amor, o amor! Os relacionamentos são tramados. No início acreditamos que os opostos se atraem e até que acontece. É engraçado quando ambos somos diferentes e isso se traduz numa relação cheia de coisas diferentes para fazer. Mas o problema é que isso só acontece no início da relação. Depois de algum tempo de relacionamento os opostos deixam de se atrair e acabam por afastar o casal. Com o passar dos anos o que irá manter a relação são as vossas semelhanças e não as diferenças.

Então ponto número 1:

Opostos atraem-se no início do relacionamento. geralmente com o passar dos anos tornam-se em obstáculos e no pior inimigo a separar os casais.

Continuando. A época da conquista é uma coisa muito bonita e apaixonante. Estamos cheios de amor para dar. Estamos cheios de adrenalina e apenas conseguimos pensar na outra pessoa. Quando conseguimos o relacionamento, estamos cheios de amor e paixão e vivemos o ponto mais alto do relacionamento, geralmente depois daí vai sempre a descer.

Não quero parecer extremista ao dizer que a partir daí é sempre a descer, há casos e casos e para toda a certeza existe uma exceção, mas é o que tende a acontecer. A paixão inicial é demasiado intensa, mas nós somos humanos e habituamo-nos demasiado rápido às coisas. Acontece o mesmo num relacionamento. Não quer dizer que você deixou de amar a outra pessoa ou que a ama menos, apenas se habituou aquilo que sente.

Ponto número 2:

A euforia da paixão inicial tem fim. Após alguns anos as coisas começam a “arrefecer” e serão as pequenas coisas a manter o casal unido.

Então agora que percebeu que os opostos não se atraem por muito tempo e que a paixão louca do início da relação vai acalmando com o tempo, resta saber que você tem um peso enorme em tudo o que vem depois disso.

Onde as suas atitudes entram

Você percebeu que os opostos não a irão manter no relacionamento e que a paixão inicial estonteante que sentia já desvaneceu um pouco. Agora que tem isso ciente na sua cabeça é altura de saber e pensar em algumas das coisas que faz ou que poderá fazer que afetam para bem e para mal o seu relacionamento.

  • Sendo que os opostos não se atraem, aposte nas pequenas coisas que a aproximam da sua cara metade. Procure por gostos em comum, hobbies e desejos e fortaleça-os o máximo possível.
  • Nunca descure a sua aparência ou tenha a outra pessoa como garantida. O comodismo matará o seu relacionamento.
  • Tente inovar com a sua cara metade dia após dia e lute por ela para a conquistar novamente todos os dias.
  • Inove também na sua vida íntima. Como já disse, as pessoas tendem a habituar-se demasiado rápido a algo, por isso para manter o seu relacionamento o mais forte possível terá de inovar e não deixar as coisas arrefecer debaixo dos lençóis.

Estas são algumas das formas de manter o seu amor vivo com o passar dos anos do seu relacionamento. Não deixe de lutar por um amor que levou tanto tempo para conquistar. Lembre-se que o comodismo e o desinteresse deixará tudo pior e poderá acabar mesmo com qualquer sentimento de amor.

Gostou do artigo?
Gostavamos de ter o seu apoio no Patreon. Saiba mais clicando AQUI.

Deixe um comentário

avatar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.