Combater a crise no novo ano

Combater a crise é essencial nos dias que correm. Os casais discutem por variadas razões, uma delas é sobre as finanças do casal, que afeta os casais mais tarde ou mais cedo numa relação. Esta situação agrava-se com a nossa atual situação de crise, onde as discussões em torno do dinheiro se agravam, mas o novo ano deve servir para evitar essas mesmas discussões e começar a ver este problema de forma diferente.

O Sentimento calmo tem para vocês 10 dicas de Cathi Brese Doebler, autora do livro inglês “Ditch the Joneses, Discover Your Family: The definitive guide on how to thrive on less than two incomes”. Dicas que servirão para vos ajudar a gerir de melhor forma as vossas finanças em 2012 e evitar as discussões desnecessárias ou grande parte delas. Todos sabemos como é complicado namorar uma pessoa que tem maiores posses, ou gerir uma conta conjunta de casal, lutaremos então para tornar esses problemas mais simples.

combater a crise

É necessário refletir no que tem falhado nos anos anteriores e que possa ter causado estas discussões a nível financeiro, para que o mesmo não se repita neste novo ano. A autora que referimos anteriormente fez isso mesmo e criou dez dicas que o Sentimento Calmo vos apresenta em seguida para combater a crise:

Trabalhar como equipa – Muitas das discussões sucedem porque os casais pura e simplesmente não conseguem ou nem sequer fazem um esforço para trabalhar em equipa. Para evitar que isso aconteça é necessário um maior trabalho de equipa e que as decisões sejam tomadas pelo casal, e não apenas por uma parte do mesmo

Controlar os gastos – Embora parece demasiado doentio ou exagerado, controlar os seus gastos desde as grandes compras até ao seu café diário poderá ser uma boa forma de ter tudo controlado e de não gastar mais que o orçamento que tem disponível;

Criar uma lista de necessidades – Pegue numa folha e crie uma lista de coisas que precisa de comprar ou de onde precisa gastar o seu dinheiro;

Assinale o que é importante – Veja a sua lista e assinale o que realmente é importante na mesma;

Assinale o que não é –  Veja o que sobrou na lista e saiba que o que sobrou é aquilo que você quer e não aquilo que realmente necessita;

Selecione o que não irá mais comprar – Decida por entre as coisas que quer, quais pode deixar de comprar, talvez aquele segundo café do dia, que custa uns 50 ou 60 cêntimos por dia, mas que ao final do mês são no mínimo 15 euros;

Vivam ambos na mesma página – Tenha uma conversa com a sua mulher e decidam que mudanças devem fazer com o orçamento disponível. Quanto mais sincronizados estiverem como casal, mais fácil será viver com um novo orçamento;

Crie um orçamento – Baseado no que precisa e naquilo que quer, crie um orçamento que pode gastar todos os meses, para controlar e ter a certeza que consegue ter aquilo que necessita e quem sabe algo que deseje;

Controle e discuta as mudanças – Perca algum tempo para falar com a sua mulher e discutir se as mudanças que fizeram no orçamento estão a ter algum efeito na vossa vida;

Celebre – Aproveite todos os meses para celebrar a poupança que fez (se conseguiu claro), de um modo barato mas divertido e prepare-se para o próximo mês.

Comece hoje mesmo um novo ano onde não tem de discutir por dinheiro e comece hoje mesmo a combater a crise!

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

avatar
wpDiscuz