A minha insegurança está a matar a relação – O que fazer?

No artigo de hoje vamos explorar mais uma das dúvidas sentimentais que recebemos no nosso e-mail. Neste caso temos uma senhora que decidiu escrever-nos após sentir que a sua relação está a ser afetada pela sua insegurança e este ponto é muito importante de se analisar, pois a insegurança tem origem em vários fatores.

Pelo menos uma vez na vida já todos nós tivemos um episódio de insegurança em que colocamos a nossa relação em causa pura e simplesmente devido a medos e pressões internas. Desta forma é importante perceber as causas e as soluções para essa insegurança, para que ela não seja um fardo na sua relação e acima de tudo, na sua vida.

A Dúvida Sentimental:

Estou muito desesperada e sinto que a minha relação está por um fio, por isso escrevo para vocês. Sempre fui uma pessoa insegura mas ultimamente tenho me sentido cada vez mais fraca e deixo-me levar pelas inseguranças. Desde que o meu marido mudou de emprego tem estado cada vez mais tempo ausente e não tem estado comigo da mesma forma, pelo menos é isso que eu sinto. Estamos casados há mais de dois anos e sempre fui a típica esposa ciumenta, as discussões apesar de não serem frequentes acontecem mas ultimamente tem sido demais. Eu tenho medo que ele esteja a sair com outra pessoa pois fica muitas horas fora e diz muitas vezes que tem jantares com o pessoal do trabalho. Esta situação já aconteceu anteriormente e isso me dá muito medo. Que posso fazer para evitar as discussões que temos tido ultimamente?”.

Veja também:
Como identificar um homem inseguro
Dicas para mostrar confiança quando está nervoso

Inseguranças na relação – As causas

Esta dúvida sentimental é um dos pontos fracos de muitas relações e por vezes chega a ser um dos grandes motivos de rupturas do casal. Para que a insegurança não seja uma entrave à sua relação há que, em primeiro lugar, compreender os motivos que a levam a sentir-se dessa forma.

  • A prisão ao passado – Viver presa ao passado é uma das principais causas de insegurança na relação. Se algo não correu bem em relações anteriores ou se nesta mesma relação já aconteceu algo menos positivo saiba que nunca deve sobrepor o passado ao presente, pois o que já aconteceu deve servir apenas de aprendizagem, de uma forma positiva.
  • Os valores de infância – Pode parecer um ponto demasiado vago mas o certo é que somos incutidos com uma série de valores que acabam por nos fazer sentir inseguros. O facto de termos que constituir família, as obrigações da vida adulta, os ideais machistas e outros comportamentos que nos são dados como corretos na infância podem tornar-nos adultos inseguros e cheios de medos. Saiba que na sua vida quem tem o poder é você mesma e que isso ninguém lhe tira.
  • Traumas na relação – Seja na relação atual ou em relações passadas, os traumas em relações acabam por ser uma das causas principais da insegurança e das discussões derivadas. Muitas vezes esses traumas estão relacionados com traições ou maus tratos.
  • Falta de autoestima – Se não gostar de si, que gostará? A falta de autoestima é um ponto de partida para que não se sinta segura na sua relação e para que surjam todos os medos que aparecem, no decorrer dessa falta de amor próprio.

Veja também:
Como lidar com o ciúme numa relação
Você é exigente demais num relacionamento?

O que fazer para deixar de ser insegura?

Em primeiro lugar, para evitar que a segurança consuma a sua relação deve trabalhar na sua autoestima, sentir-se bem consigo mesma é essencial para que se sinta bem na relação com os outros. Por outro lado, deve também descontruir alguns preconceitos que possa ter, nomeadamente de que todas as relações são iguais. Porque uma relação não deu certo não significa que todas as outras tenham que dar errado. Porque aconteceu algum episódio menos bom na sua relação não significa que ela está acabada. Lembre-se que qualquer relação tem como base a honestidade e a confiança e se um desses pilares falha, há que trabalhar a dois para que se possa construir novamente uma relação sólida.

O/a meu parceiro/a é inseguro – Que fazer?

Se está do outro lado e não é a pessoa insegura da relação, saiba que a outra pessoa está a agir desta forma por medo e por falta de autoestima. Por mais que seja difícil e que sinta que a outra pessoa não confia em si, saiba que muitas vezes o problema está muito longe de ser esse. Forneça-lhe o máximo de confiança que puder, mostre que está ao lado dela para a apoiar em todas as situações. Acredite que fará a diferença.

Gostou do artigo?
Gostavamos de ter o seu apoio no Patreon. Saiba mais clicando AQUI.

Deixe um comentário

avatar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.