8 inseguranças que todos temos e como ultrapassá-las

No artigo de hoje vamos falar um pouco sobre inseguranças e vamos dar a conhecer algumas delas, independentemente do sexo ou qualquer outro fator. Algumas delas são exclusivas de algumas fases da nossa vida mas também podem acompanhar-nos durante longos anos ou até por toda a vida. Vamos também desmistificar essas inseguranças com simples passos que irão ajudar a ultrapassar este sentimento. Sabia que o facto de pensar muito no que vai dizer antes de ir a algum lugar é muito comum e afeta até as pessoas mais confiantes? Pois é, não está sozinho e por isso decidimos dar a conhecer algumas dessas inseguranças que pensamos que só nós temos mas que na verdade todo o mundo sente. Fique por aqui!

Inseguranças que todos temos e como ultrapassá-las

  • Sofrer por antecipação – Este é um dos pontos mais comuns de pessoas inseguras. Desde o pensar sempre antes de qualquer coisa ao imaginar cenários sem qualquer justificação, sempre para o pior é claro. Quem sofre por antecipação tende a imaginar situações negativas que acabam por realmente prejudicar o seu dia-a-dia. Como resolver? Tentar encontrar mecanismos para relaxar e outras atividades que impeçam que esteja constantemente a pensar sobre algo que ainda não aconteceu. Rodeie-se de pessoas que a inspiram e influencie-se por eles!
  • Preocupação excessiva com a opinião do outro – Se é daquelas pessoas que pensa sempre no que a outra pessoa pensa sobre si saiba que é fruto única e exclusivamente da sua insegurança. É certo que não podemos viver numa anarquia e simplesmente ignorar o que nos dizem, mas também não podemos viver em função da opinião alheia, que só devemos ter em consideração quando a pedimos e quando precisamos. Como resolver? Com tempo e paciência – Permita-se discordar dos outros e seguir um caminho diferente, mesmo que lhe digam que não é o que eles fariam. Se não interferir com a liberdade do outro faça-o!
  • Distorção de imagem – Olharmo-nos ao espelho e vermos alguém que não nos satisfaz é muito comum, muito devido aos padrões estéticos de beleza que são impostos pela sociedade e difundidos pelos media. Estas situações fazem com que nos sintamos menos bonitos e desejáveis, causando um impacto muito negativo na nossa autoestima. Como resolver? Trabalhar o amor próprio, buscar referências e inspirações e cuidar de si!

Veja também:
A minha insegurança está a matar a relação – O que fazer?
5 coisas que necessita dominar antes de convidar alguém para sair
Linguagem corporal – saiba ler as pessoas

  • Pensar que não somos suficientes – A falta de confiança e a insegurança faz com que muitas vezes sintamos que não somos suficientes para fazer determinada coisa ou até para estar com alguma pessoa. São mitos causados pela fraca autoestima que nos fazem acreditar que não vamos conseguir algo sem sequer tentarmos. Como resolver? Tentando! Se cair levanta-se novamente e tenta de novo. Nada melhor do que arranjar motivação para tentar. Nunca desista!
  • Vergonha e tabus – A vergonha e os tabus são maioritariamente impostos pela sociedade mas também são fruto de muita insegurança, que não a permite despir-se de preconceitos e seguir em frente com o que realmente deseja. Por exemplo, que nunca sentiu vergonha de algo que gosta, uma música por exemplo. Não pense no que os outros vão pensar de si. Como resolver? Arriscando, sempre.
  • Dificuldades de comunicação – Sabe aquela sensação de falar em público que o agonia e não consegue deixar de pensar no constrangimento que vive depois de ter que falar com algum desconhecido? Saiba que é apenas a sua insegurança a falar. Como resolver? Com prática e muito tempo, vá treinando e não vale a pena forçar, faça tudo com naturalidade, mas exija de si!
  • Falta de confiança – Quando pensa que não é capaz e desiste a meio ou quando nem sequer faz aquilo que sempre quis porque acha que vai dar errado. É a insegurança a atacar de novo! A falta de confiança faz com que se prive de autênticos prazeres da vida e que deixe de viver só com medo de errar ou com medo que não corra da melhor forma. Como resolver? A pouco e pouco vá fazendo coisas que nunca fez e aumente cada vez mais o nível de aventura, irá fazer maravilhas para a sua confiança.
  • Colocar palavras na boca dos outros – Sabe quando discute com alguém e o outro lhe diz “Eu não fale isso, quem falou foi você!”? Pois saiba que boa parte das vezes essa pessoa tem razão. Essa insegurança faz com que antecipe o que o outro vai dizer, distorcendo completamente o contexto da conversa. Como resolver? Esperando e deixando o outro falar e explicar-se. Só assim poderá ter certezas.

Estas são algumas das inseguranças mais comuns e algumas dicas para as ultrapassar. Tem alguma insegurança ou dica para partilhar? Deixe nos comentários!

Gostou do artigo?
Gostavamos de ter o seu apoio no Patreon. Saiba mais clicando AQUI.

Deixe um comentário

avatar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.