5 coisas sobrevalorizadas num relacionamento

Por sermos pessoas diferentes todos vemos o amor de forma diferente. Algumas pessoas dão valor ao carinho, outras à partilha enquanto que existe quem possa achar que a companhia é o mais importante. Todas essas visões diferentes tornam o amor mais completo, mais diversificado e sem dúvida mais bonito. Mas será que não existem coisas, comuns a todas as pessoas ou a maioria que pura e simplesmente são sobrevalorizadas? Existem sim e hoje decidi falar sobre cinco delas.

 

coisas sobrevalorizadas relacao

Exibicionismo

O amor é lindo e disso não devemos ter dúvidas, mas existem momentos e lugares apropriados para o partilhar. Na minha opinião, o “exibicionismo”, o mostrar que se está com a outra pessoa, que namoram e partilham coisas é algo bastante sobrevalorizado num relacionamento. Com os dias que correm em que tudo tem de estar na internet e ser partilhado em redes como o facebook ou o instagram, torna-se cada vez mais difícil permanecer incógnito. Trata-se sem dúvida de uma nova era que pretende mostrar tudo o que faz, com quem faz e da forma que faz.

O amor é amor por si só e deve ser partilhado da melhor forma. Ninguém precisa de mostrar a ninguém que seja o quanto é feliz com outra pessoa. Poderá fazê-lo e deve, mas quando se trata de esfregar a sua felicidade na cara de todas as outras pessoas as coisas poderão ultrapassar as medidas.

Prendas

Da mesma forma que mostrar o quanto se ama alguém é importante também o são as prendas, quando não caem no exagero. Um relacionamento é feito de partilha e isso é mais do que evidente, mas não deve de todo ser suportado nela. Não só em datas especiais devemos surpreender a nossa cara metade, da mesma forma que não devemos oferecer sempre prendas, por vezes bastante caras para satisfazer. As pessoas acabam por dar demasiada importância às prendas no relacionamento que esquecem o resto. Aprenda a surpreender a namorada com coisas simples e ofereça prendas diferentes.

Casamento

Não será o casamento demasiado valorizado num relacionamento? Agora com a união de facto muitas pessoas começam a deixar de lado a ideia de casar, até porque felizmente as mentalidades mudaram bastante e algumas pessoas decidem contrariar tudo e todos e fazer as coisas de modo diferente. Será menos amor por não existir casamento? Claro que não! Não é uma regra nem é algo obrigatório na vida de um casal. Obrigatório é que exista amor, tudo o resto é acessório e não será um papel que define o quanto gostamos de alguém, nem hoje nem nunca.

Intimidade

Fazer amor é importante, mas novamente é algo a que as pessoas dão demasiada importância e que não deve ser o centro do relacionamento. Existe muito mais e mais importante no seio da relação, como o carinho, a partilha, cumplicidade, etc. Fazer da intimidade o centro do relacionamento é criar uma relação vazia, baseada no prazer e muito fraca em amor.

A opinião dos outros

O relacionamento é feito por duas pessoas, não por 10 ocupadas em dar opiniões a toda a hora. É no seio do relacionamento que se devem tomar decisões, que devem existir discussões e onde também se resolvem as coisas. A opinião dos outros está sempre lá, resta é saber a importância que lhe damos. Lembre-se que não são os outros que irão tomar a decisão final, muito menos são eles que vivem a sua vida ou que viverão com as consequências da sua decisão.

Acha que existem mais coisas às quais as pessoas dão demasiada importância nos relacionamentos?

Gostou do artigo?
Gostavamos de ter o seu apoio no Patreon. Saiba mais clicando AQUI.

Deixe um comentário

avatar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.